Somos Especialistas em apoio Empresariais e Profissionais

Tornar-se Milionário acontece por um Triz, mas o fracasso permanece igualmente por um Triz, saiba como eliminar essa pequena diferença e mude sua Vida

 

O crescimento dos milionários no mundo é constante e nos últimos anos esse fenômeno se mostra ainda maior.  Em 2017/2018 o aumento de ricos no Brasil foi de mais de 19%, em relação ao ano anterior, já em 2019 esse crescimento foi de 23% e, se se analisar os ultras ricos, pessoas com patrimônio superior a 50 milhões, esse crescente fica ainda maior, segundo a UOL.  Isso decorre, segundo o jornal Econômico e a revista Pequena Empresa Grandes Negócios, porque menos de 4% são grandes empresas, concentrado 49% de toda riqueza em apenas 1% da população brasileira, informação do GEM/SEBRAE.  Mas é possível mudar essa realidade?  Sim, as oportunidades existem ou deveriam existir para todos, segundo estudiosos por um Triz as pessoas deixam de ser igualmente bem-sucedidas e que ela pode aprender a alterar essa realidade a seu favor, saiba como.

 

O Triz está “apreendendo” pessoas, mas elas não focam em superar essa quase-Nada, diferença que separa o rico do pobre.  Acontece que as pessoas confundem a especificidade do Triz, que consiste em estar preparado para oportunidades, as quais surgem a todo momento, em todas situações, para todos e em inúmeros segmentos da sociedade.  Sempre digo que o Triz é fácil de ser eliminado, basta que seja identificado, associado a cada realidade; situação específica na qual aquela pessoa vive, obviamente, deve observar regras e ser disciplinado.

 

Continuando o raciocínio, o que quero esclarecer é que há regras essenciais para alcançar os objetivos, desde tendências macros como individuais ou pessoais que as pessoas têm que obrigatoriamente observá-las para superar determinados prognósticos.  A natureza é o que é, muda o que deve ser mudado e isso é fato, cabe ao ser humano adaptar-se às leis naturais, a exemplo da oferta e da procura, portanto se há muita demanda o preço sobe, a contrário senso, se há oferta crescente o preço tende a reduzir e o set humano vai ter de conviver e refletir esse regramento.

 

A título de exemplo, o ser humano nasce e convive grande parte de sua via sob a égide do pai e da mãe, onde há regras, mas também há comida, conforto e proteção, assim não precisa tanto se preocupar, na falta destes, têm o amparo dos avós, onde tudo pode e nada lhe é exigido, é um verdadeiro caos e anarquismo e os supostos obstáculos vêm sempre acompanhados de atenuantes ou de mirabolantes soluções, geralmente mais atrapalha do que adiciona na questão de superação humana; onde o importante é a “felicidade” efêmera, como se fosse a verdadeira perfeição e se acostumando com a realidade existencial das desigualdades de renda, de oportunidades, empresarial e pessoal, tudo em nossas barbas e por um Triz, já que temos ferramentas de equilíbrios, que todos somos iguais perante as Leis e que a Justiça deve aplicá-las para viabilizar a igualdade entre os desiguais.  Assim, basta ação com persistência, aguerrida vontade, conhecer as Leis naturais e naturalmente se adaptar, sabendo que elas são imutáveis.

 

É certo que oportunidades há muitas e na mais variadas formas e tamanhos, que precisam ser identificadas e agarradas sejam elas pequenas ou grades, como esse pequeno, mas grande artigo e tantos outros escritos em nosso blog https://www.virtualbrasilrj.com.br/blog/, a exemplo do artigo, vide link: https://www.virtualbrasilrj.com.br/bancos-lucram-por-perderem-processo-judicial-de-cobranca-e-sua-empresa-pode-se-beneficial-igualmente/, traz informações de advocacia lucrativa, a exemplo dos advogados e advogadas patrocinadores de cobranças bancárias, eles ganham honorários advocatícios dos Bancos, perdendo ou ganhando Ações judiciais, em razão da efetiva vantagem que essas Ações proporcionam aos Banqueiros, que recebem os créditos quando vitoriosos no processos e, se perdem, podem compensar em deduções de impostos através de declarações contábeis.  Igualmente, acontece em outras áreas, a exemplo da advocacia trabalhista, que pode pleitear direito de adicional noturno para todos empregados público ou privado, cujo labor aconteça entre o horário das 22h às 05h, o que é recorrente no funcionalismo público (vide: agentes policiais, agentes de segurança etc.), sem que lhes sejam pago o adicional constitucional de 20%, em afronta grave a Constituição da República Federativa do Brasil, inclusive porque há um desgaste da saúde física e mental desses profissionais, sem haver a contrapartida, apesar de haver a previsão em nossa Lei Maior, terreno farto e ainda pouco explorado na área de advocacia jus laboral.

 

Neste contesto, são ainda mais amplas as múltiplas formas de oportunidades para empreendedores preparados.  A primeira recomendação é de que a pessoa invista em aperfeiçoamento, não necessariamente isto passa por educação formal, como cursar faculdade, mas principalmente MUITA LEITURA E CURSOS NO SEGMENTO QUE SE QUEIRA EMPREENDER, então, faça uma reflexão sobre o que sabe ou mais gosta de fazer, identifique Tendências de Mercado, estude a concorrência e inove na sua Empresa, siga um passo de cada vez, oportunidade surgem disfarçadas de um emprego, de 1 real ou de 1 milhão; logo a pessoa vai descobrir e superar o “Triz” que o embaraçava e passa a realizar sonhos e alcançar seus objetivos seja como empreendedor ou como profissional.

Severino Mamede

Advogado e Consultor

Abrir chat
Precisa de ajuda?