Provar a Clientes Que Seu Serviço é Vantajoso é Eficaz

Provar é o Modo Mais Eficaz para Justificar uma Realidade, Sendo Sua Utilização Perfeita Como Persuasão em Vendas

 

O Empreendedorismo abrange muitos cenários e processos, sendo que o conjunto deles irá resultar um Produto/Serviço, que o Empreendedor Ofertará ao Mercado e cujo Sucesso ou Insucesso da Empresa dependerá de como a Venda é realizada; onde Provar aquilo que é relatado sobre a oferta é a Justificativa mais Importante para eliminar as Objeções do Cliente e fazer a Venda.

 

Destacada a relevância da Prova como meio de Persuadir e concretizar Vendas, vamos discorrer e identificar os tipos probatórios que tenham relação com o seu Negócio, bem como saber quando, como e porque apresentá-los.

 

Como sabemos, um gesto vale mais do que mil palavras, em outras palavras, um exemplo convence mais do que apenas argumento.  Assim, a pessoa deve aplicar a técnica para identificar os fatos e atos que Justificarão a aquisição do Produto pelo Público-alvo.

 

Embora os vários cenários sejam diferentes, em diversos modelos de negócios, a aplicação da técnica é relativamente simples: o gestor deve utilizar os pronomes interrogativos: como, onde, por que, o que, qual, quem, quanto etecoetera para encontrar as vantagens e desvantagem pelas quais seu cliente compra seu Serviço e por que ele decide comprar de você, em vez de comprar do concorrente.

 

Sabemos que todos tipos de Empresas e de Profissionais precisam Vender para fatura e superar todos os gastos, sob pena de não permanecer no Mercado.  Daí a relevância da Área de Vendas de uma Organização, devendo o Gestor destacar a importância da junção de esforços para que Negócios sejam fechados com a maior rapidez e que reflita bom e vantajoso para todos envolvidos no Contrato.

 

Como advogado, nas audiências, eu utilizo bastante essa técnica de perguntar utilizando os pronomes, que facilita muito na descoberta da verdade, exemplo de questões que podem ser feitas, quando soube de tal fato?  Se viu tal acontecimento?  Por que viu?  Onde ele viu?  Onde ou qual lugar exato que ele estava?  Como ele explica que tal afirmação é verdadeira ou falsa? Quanto tempo durou tal situação? Se há alguma outra pessoa que viu ou que sabe?

 

Continuando o raciocínio, claro que tal questionamento precisa ser contextualizado, assim, seu que provar/convencer o magistrado de que meu cliente estava em lugar distante de onde foi praticado um crime cuja a prática lhe é atribuída, farei as questões às testemunhas relacionadas a localização do acusado: onde estava na hora tal?  Se alguém o viu?  Se viu, como prova tal fato?  Se tem câmera no local e pode onde ele passou?  Qual evidencia que ele estava em outro local?  Se quero provar que um determinado empregado trabalhou horas extras sem perceber por esta prestação de serviço, vou atentar para perguntas do tipo: qual hora iniciava e terminava a real jornada de trabalho diário?  Se havia marcação de ponto? Quem presenciava a chegada do Reclamante ao trabalho? Quem sabe da hora da saída do Empregado da Empresa?  Por que ou como sabe? Dentre outras a depender dos indícios de prova existentes; em resumo, seguindo este roteiro, o advogado terá cerca de 80% do trabalho realizado, podendo se aprofundar em algum ponto de destaque e focando no que for mais relevante para seu cliente.  Veja que a linguagem precisa ser simples, direta e adequada, pois estamos lidando com o público em geral e o tempo das audiências são exíguos, geralmente uma sessão, seguidas de outra e mais outras, levando vantagem quem melhor aproveitar o momento, que é o mais importante da Ação.  Isso irá ressaltar a verdade no processo; podendo ser utilizada em toda situação na qual a pessoa quer focar em levantar os fatos como maio fator de persuasão.  Então, deve ser refletido, qual o motivo que faz com que a pessoa precisa adquirir tal Produto ou Serviço?  Sinta-se dono do Negócio, fale dele para o cliente e seja um ótimo Vendedor/Consultor…

 

O Consultor de Contrato ou Vendedor necessita precisa ser o maior conhecedor do Produto, reuna o máximo de informações sobre o segmento empresarial, a concorrência; mostre provas documentais, áudios, vídeos, depoimentos, cartas e recomendações de clientes, relatórios de especialista, guias com passo a passo especifica sobre utilização do Serviços e da Contratação etc.; destaque para o cliente a satisfação de outros clientes que compraram da sua Empresa; prove a comodidade e vantagens durante e depois da Contratação; passe confiança (sabe aquela fé pública que gozam os cartórios, ao autenticar um documento ou ao reconhecer fiel uma assinatura num documento?  Saiba que as pessoas também gozam de crédito, de fé particular); explique as funcionalidade e facilidades; dê exemplos contratos com ganhas expressivos para as partes, demonstre a tendência de crescimentos e de satisfação decorrentes de uma aquisição; segurança dos produtos e do Contrato; enfim, trabalhe em prol do Contratante, mas esteja atento aos detalhes do Serviço e pronto para “matar” as objeções do comprador.  Dica extra: Planeje as Vendas desde o início da Empresa, reserve um valor para ativar e Contratar Consultoria, que formatem papéis de trabalho, Compliance, planos de trabalho e treine os funcionários para que todos sejam Vendedores/Consultores.

Abrir chat
Precisa de ajuda?